Eu blogo, tu blogas. Meu tio faz história.

Meu Tio Francisco não vai a evento algum sem carregar seu gravador. Não importa a festa que estiver acontecendo, ele sempre dá um jeito de tirar do centro das atenções o anfitrião, ou o convidado de honra, ou alguém que tenha algo interessante par…

Anúncios

Sony-tape-recorder

Meu Tio Francisco não vai a evento algum sem carregar seu gravador. Não importa a festa que estiver acontecendo, ele sempre dá um jeito de tirar do centro das atenções o anfitrião, ou o convidado de honra, ou alguém que tenha algo interessante para contar, para conceder para uma entrevista. Os dias vão sendo gravados ali, de forma analógica nas fitas cassete que registram fielmente cada caso contado, cada emoção sentida.

Cada trecho reproduzido da fita traz para perto do ouvinte a atmosfera que foi registrada, a música que tocava, a animação dos presentes.

Meu tio não grava programas de rádio, meu tio grava a história. E com seus registros, cria para si uma máquina do tempo. Uma espécie de teletransporte auditivo.

Um desejo intenso de não deixar nada escapar. De permitir que os que vierem depois de nós possam saber o que vivemos.

Um desejo imenso de poder estar onde já esteve.

É pra matar a saudade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s